ENA:Estudantes reclamam demissão em bloco da direção

Por: Ussumane Baldé

Bissau, 18/01/2023, Mais de uma centena de estudantes da escola nacional de administração “ENA”, realizaram vigília a frente da escola exigindo a demissão do diretor.

A vigília conduzida pela associação académica da escola nacional de administração “AAENA”, juntou centenas de estudantes numa única voz, pedindo funcionamento das aulas e a demissão imediata da direção da escola.

Ouvido pelo nosso reporter, O porta voz do grupo Arteto Quintino Gomes, Sublinhou que a Direção da escola tem tido ignorado as preocupações dos estudantes que já lá vão mais de três meses sem funcionamento do referido estabelecimento, sem justificações lógicas a respeito.

“A vigília tem a ver a com a incapacidade da direção da escola em colocar em funcionamento as aulas, enquanto nas outras escolas caso, Tchico Té, Universidade Amílcar Cabral, Faculdade medicina e Escola Nacional de Saúde estão a funcionar”, indagou o estudante e porta voz, prosseguindo que a administração da escola não está focalizada em resolver as questões pendentes, e invés disso tem afastado pessoas competentes para os cargos técnicos.

“Duvidamos muito da direção que nos alegou que, devido as suspensões dos docentes contratados pelo executivo esteve na origem, condicionando início das aulas, mas nós sabemos que não corresponde a verdade, se não estão na altura das exigências é só se demitirem, caso contrário vamos continuar com a luta até que haja solução”, Alertou.

Ainda o porta-voz, Disse que o presidente da referida associação está desaparecido desde madrugada de terça-feira por se sentir inseguro, tendo desconfiado de estar a ser “perseguido por um grupo de homens armados” explicou Arteto Quintino Gomes e pede a intervenção de chefe do estado no assunto e responsabilizar os atores que impedem início das aulas na ENA.

“O Diretor da escola achando que é tudo na ENA, mandou Perseguir o nosso presidente da associação que desde madrugada de ontem ninguém sabe do seu paradeiro e apelamos o presidente da república interferir na situação antes que seja tarde”.

A Direção da escola nacional de administração tem rejeitado a proposta da associação estudantil na contratação dos docentes a serem pagos pelas receitas da instituição dizendo que se implementar o governo não vai aceitar sustentar os contratados no mínimo até final do ano afirma a associação académica da escola nacional de administração “AAENA”.

A vigília efetuada hoje na frente da escola nacional de administração sob lema, “NÔ MISTI BAI SKOLA SUMA NO ERMONS”,contou com a presença de centenas de estudantes em gritos pediam demissão da direção e apelos as outras escolas públicas e privadas assim como a sociedade civil na colaboração conjunta na busca de solução.

Autor: CAP-GB

Partilhe este artigo

cap gb o amanha começa aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Subscreva email noticias cap-gb

capgb info email seja assinante: