Educação: Governo pretende implementar educação financeira no currículo escolar

Por: Ussumane Baldé

O governo através do ministério das finanças pretende implantar educação financeira no currículo escolar. As promessas foram deixadas esta sexta-feira 29-10-2021, por secretário estado de orçamento durante a abertura do ateliê sobre educação financeira realizada num dos hotéis da capital Bissau.

José Carlos Casimiro, falava no âmbito da abertura do certâme e celebrações do dia mundial da poupança o efêmeride que se realiza no 31 de outubro em todo mundo.

“Educação financeira é um processo que se pretende introduzir no currículo escolar a nível dos países da comunidade do UEMOA e o governo da Guiné-Bissau vai dar todo esforço necessário para sua implementação”, disse.

Por parte da associação profissional dos bancos e estabelecimentos financeiros da Guiné-Bissau,Bilaly Diarra, mostrou que é importante apoiar a sensibilização da população guinnense e para poderá contribuir na persecução da meta da literacia financeira que todos almejam, e ainda o banco central dos estados da África ocidental (BCEAO) pretende atingir uma grande parte da população da união,em especial as mulheres e os jovens rurais,para que possam aceder aos serviços financeiros.

Por fim, a presidente de comitê nacional de seguimento da implimentação da estratégia nacional da inclusão financeira (CNSMO),Mussuba Canté, falou que o objetivo da jornada e de dar informação e sencebilizacao sobre educação financeira a população guinnense a perceberem a importância da educação financeira no nosso quatidiano.

É lembrar que esta jornada já tinha iniciado nas algumas regiões do país sobretudo nas regiões de Bafata e Cacheu, no passado mês do junho para estes poderem perceber o que é educação financeira.

Autor: CAP-GB

Partilhe este artigo

cap gb o amanha começa aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Subscreva email noticias cap-gb

capgb info email seja assinante: