Dirigentes do PRS e APU/PDGB deposita coroas de flores na campa do ex líder YALA

Por: Ussumane Baldé

Oito anos após o seu desaparecimento físico, a direção do PRS considera o seu lider imortal de herói nacional na democracia moderna enquanto que para os APUANOS é um lutador, pensador e democrático.

As declarações dos dois partidos que suportam o atual executivo foram registradas esta segunda-feira, 04-04-2022, após terem depósitados coroa de flores na sua campa no mausoléu de Amura Bissau.

O presidente em exercício do partido da renovação social, Fernando Dias, disse que o partido vai seguir os ensinamentos deixados pelo Kumba Yala, pediu, tendo citado que a democracia vivida no país está num nível muito elevado em relação com outros países.

“Yala foi um herói na democracia moderna Vamos seguir os seus ensinamentos e a democracia guinnense está num bom nível comparativamente aos outros países”.

O secretário geral da juventude do PRS, Vladimir Djomel sublinhou que foi o líder dos renovadores que proporcionou a democracia e a liberdade de expressão no país pedindo a colaboração de todos para fazer cumprir o sonho dele.

“Quando se fala da democracia no país não se pode ficar sem mencionar o Dr. Yala e agora falta em conjunto tornarmos o real sonho dele, em que guinnenses unido e condições de vida aceitável”.

Na mesma perspetiva o partido Assembleia Povo Unido/Partido Democrático da Guiné-Bissau, membro da comissão permanente, Agostinho da Costa, no seu ponto de vista o malogrado fez uma boa escolha deixando indicações Nuno como líder, realçou que é preciso luta permanente para que o povo conheça uma verdadeira unidade nacional.

“Todos os APUANOS contentaram com a escolha de Kumba a Nuno nosso líder e agora resta luta permanente para alcançar a paz e unidade no seio dos guinnenses”.

Kumba Yala, antigo presidente da república de 17 de fevereiro 2000 a 14 de setembro 2003 deposto através golpe militar, nascido em 15 março de 1953, em bula e mais tarde converteu ao islamismo, faleceu no dia 04-04-2014, por doença e o líder imortal dos renovadores foi lembrado em pouco todo o país como um dos políticos democráticos que o país conhece até então.

Autor: CAP-GB

Partilhe este artigo

cap gb o amanha começa aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Subscreva email noticias cap-gb

capgb info email seja assinante: