Diplomacia: Guiné-Bissau defende importância da prevalência da solidariedade entre os estados membros da CEDEAO

DE: Lijunira L. Nancassa

A Ministra de Estado dos Negócios Estrangeiros, Cooperação Internacional e das Comunidades, Suzi Carla Barbosa, participou esta segunda-feira, 07-06-2021, na reunião da sessão extraordinária dos ministros das comunidades Económicas dos Estados da África ocidental ( CEDEAO), por videoconferência sobre análise do relatório de reforma institucional em que alguns estados propôs a redução dos comissários de 15, para 9.

A Guiné-Bissau como Estado membro da organização sub-regional defende a posição que se mantenha os 15 comissários e a redução das despesas, missões de serviço e gastos de gabinetes.afirmou

“entendemos que é importante manter espírito de solidariedade entre os estados o que caracteriza a comunidade e não exclusão dos países membros”

A manutenção dos 15 comissários de certa forma vai contribuir para o melhor desempenho dos países membros, também defendida pela consultora Maxwel responsável pela realização deste trabalho defende dois modelos que inclui 7 à 9 comissários.

“Julgamos que nenhum dos modelos reflete a nossa visão das comunidades juntamente com Senegal, Cabo-Verde, Níger e Guiné-Conacri”


Ainda a ministra de estado Suzi salientou que, está posição vai ao encontro com a necessidade de avançar para as reformas propostas no vertente modernização das instituições.

Na próxima semana terá cimeira modo presencial em Gana e uma reunião ministerial que servirá para consolidar as posições e ver realmente qual será a decisão a nível dos chefes do estado da reforma que irá ser feita institucionalmente. informou

De salientar que, Mali não participou da sessão por estar suspensa.

Autor: CAP-GB

Partilhe este artigo

cap gb o amanha começa aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Subscreva email noticias cap-gb

capgb info email seja assinante: