Dia da Independência: PR CONFIRMA PRESENÇA DE CINCO CHEFES DE ESTADO.

O Presidente da República da Guiné-Bissau Umaro Sissoco Embaló confirmou esta segunda-feira 21 de Setembro de 2020 a presença de cinco chefes de Estado nas celebrações dos 47 anos da independência nacional a celebrar na próxima quinta-feira 24 do corrente mês.

Confirmação do chefe de Estado feitos numa conferência de Imprensa palácio no palácio da República. Tendo sublinhado que a data é um ” desígnio nacional “, daí que segundo Embaló é necessário envolvimento de todos os guineenses deixando de lado as querelas políticas.

Aos jornalistas, general Embaló confirmou as presenças dos chefes Estado de Senegal Macky Sal, Nigéria Muhammadu Buhari, Mauritânia Mohamed Ghazouani, Burquina Fassso Rock Kaboré  e Togo Faure Gnassingbé. Contudo, informa que os chefes de Estado de Portugal, Costa de Marfim e Gâmbia serão representados pelos seus Ministros dos Negócios Estrangeiros.

Informou que o Presidente da Liberia com vontade de vir já não vem, mas, vai enviar o seu chefe da diplomacia Dee-Maxwell Kemayah.

Na mesma conferência de imprensa o chefe de Estado guineense confirmou que irá visitar Portugal na primeira semana de Outubro a convite do seu homólogo português Marcelo Ribelo de Sousa. Tendo anunciado que ainda no mês de Outubro o presidente de África de Sul efectuara uma visita oficial a Bissau.

Sissoko Embaló disse que pretende fazer da Guiné-Bissau ” um palco de visita ” recebendo chefes de Estado de países amigos

Saliente-se que no âmbito das celebrações da festa da independência, o Presidente Umaro Sissoco Embaló deve pronunciar um discurso no Estádio Nacional  24 de Setembro em Bissau, perante populares e dignitários guineenses, bem como os seus hóspedes estrangeiros.

De seguida, Sissoco Embaló irá inaugurar duas avenidas em Bissau, que serão batizadas com os nomes de Macky Sall e Muhammadu Buhari.

A festa da independência ocorrerá um dia após o Presidente Embaló completar 48 anos.

O momento será de festa grande, mas as autoridades apelam à população a respeitar o distanciamento pessoal, a usar máscaras e ainda a lavar as mãos, tudo por causa da Covid-19.

Em termos de segurança, tudo está a ser preparado a preceito: de acordo com o Ministro do Interior Botche Candé cerca 2.000 agentes da polícia serão mobilizados para patrulharem as ruas e avenidas de Bissau.  

Nos pontos de fronteira com o Senegal e Guiné-Conacri estarão soldados armados. Já ontem domingo (20-09), 50 elementos guineenses, das chamadas forças especiais, treinadas na Turquia durante três meses, chegaram à Bissau com a missão de garantir segurança aos dignitários estrangeiros.

Comentarios
estámos no facebook

cap gb o amanha começa aqui

0 0 vote
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments

Subscreva email noticias cap-gb

capgb info email seja assinante:

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com

Ligue-nos

0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x