DGT: Refuta as informações segundo as quais, está a vender bolsas de estudo num valor de 2 milhões de fcfa.

O Director-geral do Turismo esclareceu esta segunda-feira 27 de Julho de 2020 que em nenhum momento a direção geral do turismo procedeu com venda de bolsas de estudo num valor de cerca 2 milhões de fcfa. Afirmando que a a cobrança que se fala está ligada a uma comissão associada a Industria.

Sirma Seide, fez estes esclarecimentos numa conferência de imprensa realizada numa das salas da direcção geral do Turismo em Bissau. Na ocasião Seide clarificou que o processo de bolsas de estudo ligado ao Turismo está a percorrer os seus parâmetros legais, desde a realização de testes para os candidatos da idade compreendida entre 15 à 19 que terão isenção das propinas escolares, alimentação e passes de deslocação, ou seja a bolsa em causa não terá nenhum custo.  

Na ocasião o também presidente da comissão, garantiu que ” na DGT não há ninguém que foi mandatado para vender bolsa de estudo ” esclarecendo que a bolsa que se fala é da ” comissão afeto a Industria cuja inscrição começou desde Dezembro de 2019.

“Não há ninguém que foi mandatado para vender bolsas de estudo, caso haja saibam que é do título isolado, ou seja, sem o conhecimento da comissão. Esclarece, explicando que o equívoco ” tem a ver com a bolsa da direção da Industria que por coincidência estamos no mesmo edifício e mesma porta de entrada “.

De acordo com Sirma, é do conhecimento dos candidatos da bolsa administrada pelo grupo de jovens ligados a Industria, que devem pagar na altura 500 mil fcfa, mas tendo em conta ao impacto da covid-19 o montante subiu para 2 milhões de fcfa.

Na ocasião, o responsável dos país e encarregados de educação dos candidatos da bolsa da Industria, Edivino Alves, confirmou que a cobrança em causa ” não está ligada a bolsa oferecida pela Direcção-geral do Turismo mas sim, da Industria. Tendo afirmado que o equívoco deve-se a uma reunião solicitada pelos responsáveis da bolsa de Industria realizada na escola 8 de Março em Bissau e nela participaram os candidatos da bolsa oferecida pela Direção-geral do Turismo.

De acordo com Edivino Alves durante a reunião os candidatos da bolsa ligada a Industria foram informados que o montante subiu de 500 mil para 2 milhões de fcfa e isso foi o motivo da ” desinformação ”  

Comentarios
estámos no facebook

cap gb o amanha começa aqui

0 0 vote
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments

Subscreva email noticias cap-gb

capgb info email seja assinante:

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com

Ligue-nos

0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x