Desapareceu 4 milhões dado para confecção de camas para detentos, sindicato pede esclarecimento

Por: Laércia Valeriana Insali

Sindicato dos Guardas Prisionais da Guiné-Bissau, afirmou esta terça-feira 28/09/2021 desconhecer paradeiro de cerca de 4 milhões de francos CFA destinado a confecção de camas para três estabelecimentos Prisionais.

A informação foi divulgada pelo Secretário Geral do Sindicato durante a conferência de imprensa em exigências de condições de trabalho nos estabelecimentos Prisionais.
Donato Bakali, disse que ja estão cerca de 11 anos de trabalho neste serviço não têm visto nem beneficiado de melhores condições de Trabalho.

Conforme Secretário do Sindicato, a corporação dos estabelecimentos Prisionais exige do Governo a promoção de categoria devido anos de serviços prestados, Fardas e viaturas para transporte em caso de emergência.

” Não temos viaturas para transporte dos Reclusos em caso de emergência, e quando um deles está doente recorremos a transporte público” Taxi” que não é seguro, uma vez que qualquer tentativa de fuga do próprio detento somos responsabizados” lamentou

Ainda, inteira que neste período de pandemia de Covid-19 se encontram numa situação vulneravel, onde têm contatos com diferentes pessoas neste caso familiares dos detidos, mas não têm materiais e produtos higiénicos para prevenção.

Questinado sobre os 4 milhões desembolsado pelo governo, com propósito de remodelação das camas nos três estabelecimentos Prisionais do país, afirmou desconhecer do paradeiro da referida soma.

“confrontamos o Director Geral dos Serviços Prisionais mas este assegura não ter recebido o dinheiro” contou

Para isso, garante que vão entregar o processo junto do Ministério Público para prosseguir com investigação, visto que deparam com grandes dificuldades.

Corpo de Guardas Prisionais foi criado em 20 de Setembro de 2010, começou a funcionar no dia 01 de Junho de 2011.

Comentarios
estámos no facebook

cap gb o amanha começa aqui

0 0 votes
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments

Subscreva email noticias cap-gb

capgb info email seja assinante:

0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x