Demissão em massa: Assistência dos médicos militares no Simão Mendes leva a demissão dos Diretores de Serviços

Por: Laércia Valeriana Insali

Diretores dos Serviços do Hospital Nacional Simão Mendes, ausentaram esta terça-feira 21 /09 /2021 das suas funções devido a ocupaçao dos Técnicos de saúde Militares nos seus serviços.

Segundo a nota na posse da CAP-GB esses  dirigentes, foram supreendidos sem qualquer informação prévia com a ocupação dos seus serviços pelos Médicos Militares uma vez que desde início da paralisação estão dando seu melhor dia e noite.

Dado isso, após um profundo concerto e reflexão os Diretores dos Serviços de Urgência, Orto-Traumatologia, Medicina Interna, Cirurgia geral, Anestesia e Blocos, Cuidados Intensivo , Pediatria e Maternidade decidiram renunciar dos seus cargos.

Estes, garantem ainda continuar a trabalhar para o bem estar dos utentes deste maior Centro Hospitalar do país.

De sublinhar que os Centros de saúde públicos estão paralisados sem nenhuma prestação de atendimento mínimo e só hoje foram transferidos alguns Profissionais de Saúde Militar para prestarem serviços nas Urgências do HNSM.

Autor: CAP-GB

Partilhe este artigo

cap gb o amanha começa aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Subscreva email noticias cap-gb

capgb info email seja assinante: