Criminalidade: aonde param os famosos ” makina kolos-kolos”

Os chineses fabricam moedas de 500 francos CFA ao recuperarem as moedas de 100 francos CFA

Há alguns dias, os elementos da Divisão de Investigação Criminal senegalesa (DIC) tinham colocado as mãos numa grande máfia chinesa, descobrindo salas de jogo com slot machines. Aparentemente, esta máfia é muito maior do que se pensava anteriormente.

Segundo informações publicadas pela Liberation jornal senegalês, na sua edição de segunda-feira, 14 de Junho, as moedas de 100 francos CFA, recuperadas das slot machines, foram transportadas fraudulentamente para a China. Ali, as máquinas estavam à espera que fizessem moedas de 500 francos CFA.

Os chineses derreteriam primeiro os 100 francos CFA antes de fazer uma cópia a papel químico dos 500 francos CFA. No Senegal, eles foram ajudados pelos nomeadamente Amath Gaye, Massamba Gaye Ndiaye e Ismaila Mbaye ambos senegaleses presos atualmente pelo envolvimento.

E esta máfia não estava limitada ao Senegal. De facto, os chineses estavam em quase toda a parte na África Ocidental, onde o franco CFA é utilizado. Além disso, segundo a Liberation, estão por trás da falta de 100 moedas CFA nos Camarões.

E na Guiné-Bissau?

Com/senegal7

Autor: CAP-GB

Partilhe este artigo

cap gb o amanha começa aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Subscreva email noticias cap-gb

capgb info email seja assinante: