COVID19: EUA (CDC)apoia o estado da Guine Bissau no combate a epedimia

A parceria dos Estados Unidos com o povo da Guiné-Bissau continua com

Assistência na luta contra o COVID-19

Os Centros dos Estados Unidos para Controle e Prevenção de Doenças (CDC) anunciaram, em parceria com o Instituto Nacional de Saúde Pública da Guiné-Bissau (INASA), assistência financeira à Guiné-Bissau na luta contra a pandemia do COVID-19.

Os quase 44 milhões de CFA (US $ 73.000 dos EUA) em financiamento serão usados para tratar questões críticas urgentes na resposta ao surto do COVID-19, incluindo esforços para iniciar imediatamente uma pesquisa ativa de novos casos, conduzir investigação de surtos em casos identificados, seguir rastreamento de contato agressivos e isolar casos positivos para conter a propagação na Guiné-Bissau. Os fundos também ajudarão a melhorar o sistema de vigilância para monitorar o COVID-19 e outras doenças. De acordo com o CDC, o monitoramento em tempo real das cadeias de transmissão e o isolamento de casos positivos de COVID-19 nas 9 regiões do país são críticos para conter a propagação.

Desde 2015, o governo dos Estados Unidos trabalha em estreita colaboração com autoridades da Guiné-Bissau para fortalecer o sistema de saúde pública do país. Como parte da Agenda Global de Segurança em Saúde dos Estados Unidos, o CDC contribuiu com mais de 2 bilhões de CFA para melhorar a capacidade da Guiné-Bissau de prevenir, detectar e responder a surtos de doenças infecciosas como Ebola, Dengue, Zika e COVID-19. Os Estados Unidos formaram dezenas de epidemiologistas da Guiné-Bissau e outros profissionais de saúde que agora lideram a resposta do país à pandemia do COVID-19. Também cooperamos com a OMS, o UNICEF e nossos amigos da União Europeia para atualizar os centros de saúde em todo o país.

Ao anunciar a doação, o Embaixador dos EUA no Senegal e na Guiné-Bissau Tulinabo Mushingi disse: “Os Estados Unidos da América continuam sendo um amigo de longa data do povo da Guiné-Bissau. Passamos muitos anos fornecendo assistência financeira e técnica para aumentar a capacidade da Guiné -Bissau, para responder a doenças como o COVID-19, e estamos orgulhosos de continuar nosso apoio ao setor de saúde da Guiné-Bissau durante esses tempos difíceis. “

Por mais de meio século, os Estados Unidos têm sido o maior colaborador da segurança global da saúde. O governo dos EUA construiu a base sobre a qual o sistema global de saúde se baseia, contribuindo com mais de 84 trilhões de CFA (US $ 140 bilhões) em assistência global à saúde apenas no século XXI.

Comentarios
estámos no facebook

cap gb o amanha começa aqui

0 0 vote
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments

Subscreva email noticias cap-gb

capgb info email seja assinante:

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com

Ligue-nos

0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x