Covid-19: Alta Comissária qualifica contágios pela variante Delta de “demasiado grave”

Por: Martinho Mendes

A Guiné-Bissau atingiu 117 mortes e regista 863 casos ativos da doença, disse o Alto Comissariado contra a covid-19, 21 novos casos de infeção pela covid-19 na qual foi registada uma morte, enquanto 44 pessoas se encontram internadas.

A Alta Comissária contra a covid-19 apelou à população a aderir às medidas de prevenção adotadas nos últimos dias, nomeadamente um recolher obrigatório parcial, a proibição de circulação entre regiões e o encerramento dos mercados durante algumas horas do dia.

Magda Robalo, reconheceu que, as medidas adotadas no decreto do Estado de calamidade a saúde pública não são fáceis e, tem impacto negativo na vida de população e apela compreensão de cidadãos guineenses.

O áudio divulgada pelo gabinete de comunicação e relações públicas da presidência da república, no âmbito duma reunião com o presidente da república Umaro Sissoco Embaló, manteve ontem, 29-08-2021, com alta comissária Magda Robalo, vice-primeiro ministro Soares Sambú, ministro de Estado e do interior Botche Candé, ministro da função pública trabalho Emprego e segurança social Tomane Baldé, secretário de estado do orçamento Ilídio Vieira Té e o presidente da Câmara municipal de Bissau Luís Simões N’tchma.

Robalo afirmou que, a situação de covid-19 na Guiné-Bissau está demasiado grave associada ainda ao surgimento da variante Delta lembrando que, a terceira vaga da doença é muito mais pior de que as duas primeiras vagas.

A alta comissária informou que 44 pessoas estão internadas pela covid-19 e a capacidade de internamento e de tratamento de casos da covid-19 na Guiné-Bissau é pequena lembra que o sistema de saúde guineense é frágil e que as medidas adotadas pelas autoridades são para proteger a vida e a saúde de cada guineense.

Por outro lado, o Ministro do Estado e do Interior, Botche Candé, reafirmou o empenho do Governo em fazer cumprir o decreto que determina o estado de calamidade pública.

“Estamos dispostos a admitir insultos às nossas mães, mas tudo faremos para salvar a vida daqueles que nos insultam” disse Botche Candé.

Autor: CAP-GB

Partilhe este artigo

cap gb o amanha começa aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Subscreva email noticias cap-gb

capgb info email seja assinante: