Costa do Marfim: Ex-presidente Bédié apela à libertação de todos os prisioneiros

O ex-presidente da Costa do Marfim e líder da oposição Henri Konan Bédié escreveu uma carta ao chefe de Estado Alassane Ouattara para lhe pedir a “libertação geral” dos prisioneiros por ocasião do dia da independência, no sábado.

“A evolução da situação sociopolítica no nosso país mostra que chegou o momento de falar e reconciliar. A celebração do Dia da Independência a 7 de Agosto, oferece o quadro ideal para nos ultrapassarmos no sentido do perdão”, escreveu o Sr. Bédié nesta carta, uma cópia da qual foi enviada à AFP.

“É por isso que vos peço que tomem (…) a liderança do processo de reconciliação, através da libertação geral dos prisioneiros das crises sociais que temos sofrido”, acrescentou.

Este pedido foi também feito por outro ex-presidente, Laurent Gbagbo, que regressou à Costa do Marfim a 17 de Junho depois de ter sido definitivamente absolvido de crimes contra a humanidade pelo Tribunal Penal Internacional (TPI) no final de Março.

Tinha abordado esta questão durante o seu encontro de 27 de Julho com Alasanne Ouattara, o primeiro desde a crise pós-eleitoral de 2010-2011 que matou 3.000 pessoas, dando-lhe uma lista de 110 prisioneiros descritos como “políticos”.

Esta lista inclui pessoas presas após a crise de 2010-2011, mas também pessoas presas em 2020 durante a última campanha presidencial e em Junho passado à margem do regresso à Costa do Marfim do Sr. Gbagbo.

A crise de 2010-2011 foi desencadeada pela recusa de Gbagbo em conceder a derrota a Ouattara nas eleições presidenciais.

O Presidente Ouattara deverá proferir um discurso na sexta-feira à noite para assinalar o 61º aniversário da independência da Costa do Marfim, uma antiga colónia francesa, a 7 de Agosto de 1960.

Devido à pandemia do coronavírus, a celebração deste aniversário será reduzida ao mínimo estritamente necessário, especialmente porque Alassane Ouattara, um caso de contacto, decidiu na terça-feira colocar-se em confinamento.

Autor: CAP-GB

Partilhe este artigo

cap gb o amanha começa aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Subscreva email noticias cap-gb

capgb info email seja assinante: