Comité de Voluntariado apela aprovação do projeto lei do voluntariado

DE: Lijunira Nancassa

Comité Nacional de voluntariado realizou terça-feira 01 de Junho de 2021, workshop de formação sobre os valores do voluntariado.

Projeto reforço das capacidades do Comité Nacional de voluntário da Guiné-Bissau para cidadania, inclusiva, a paz e o desenvolvimento sustentável.

Na ocasião, presidente do comité nacional do voluntário Agostinho Cá disse que receberam formação de capacitação sobre o valor do voluntariado e a sua missão.

“temos que partilhar esse conhecimento com todos os membros do CNV sem esquecer das nossas estruturas regionais à nível de todo o país”.

O voluntario esclareceu ainda que como sendo voluntários nacionais têm apoio do governo e parceiros na elaboração do projeto lei dos voluntários a sua finalização fica por parte da Assembleia Nacional Popular, o governo e a CNV estão advogar para que isso seja uma realidade.

“já fazemos parte dos voluntariados no espaço CDAO e inscrevemos na plataforma dos voluntários a nível da África ocidental”

Presidente do ANEJ(agência nacional do empreendedorismo juvenil) Cadija Cassama disse que estam de porta aberta para trabalhar no bem estar da juventude guineense.

“Esse é um trabalho voltado ao desenvolvimento do país num outro vertente, ou seja, ser voluntário é participar, colaborar e contribuir para desenvolvimento do seu Pais”.

Guiné-Bissau com cerca de 60% dos seus cidadãos sendo jovem, a experiência adquirida no trabalho de voluntáriado em outros países serve de experiência,abrindo assim oportunidade para entrar no mercado do trabalho. afirmou

Presidente do instituto da juventude Namir Silva Morgado disse que conceito voluntáriado nem sempre foi vista de forma positiva no nosso contexto.

No ano 2019 com aparecimento da pandemia de covid-19, os voluntários foram elementos chave na sensibilização, ações de mobilização e distribuição de produtos de higienização, “isso teve grande sucesso no combate à pandemia. Atual governo aposta seriamente na promoção, valorização e na contribuição dos voluntários e o país já dispõe de um projeto lei dos voluntários que aguarda a sua aprovação está enforja uma institucionalização”. afirmou

Namir ainda disse que está convicto que está secção de formação irá proporcionar maior interação e partilha de experiências entre os participantes e ganharão conhecimentos em vários domínios,

“quero encorajar a comité nacional de voluntariado na senda de multiplicar ações dessa natureza”.

Autor: CAP-GB

Partilhe este artigo

cap gb o amanha começa aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Subscreva email noticias cap-gb

capgb info email seja assinante: