CNE e Universitários debatem sobre lei de paridade e género no processo eleitoral

Por: Laércia Valeriana Insali

Comissão nacional das eleições realizou esta sexta-feira 25/03/2022 debatem sobre igualdade de género com os universitários na faculdade de Direito de Bissau.

Na abertura, presidente em exercício da CNE Idrissa Djalo disse que a ação enquadra-se no cumprimento dos objetivos traçados pela unidade de género e inclusão social da comissão nacional das eleições, com propósito de alavancar ações de formação, educação e sensibilização concernente a igualdade de género e participação efetiva das mulheres nos processos eleitorais.

Ainda acredita que essas ações contribuirão para estabilidade politica, participação democrática e acesso equitativo para todos nos processos eleitorais, e no sentido de dar melhores contributos nas reformas míticas ligada a igualdade de género.

Por outro lado, a coordenadora da unidade de género e inclusão social da CNE, Felisberta Vaz, esboçou um pouco do tema a ser orado por ela aos participantes e das futuras ações que pretendem realizar.

“O tema inclusão social enquadra-se na politica de género da CNE, que zela pela descriminação de mulheres no processo eleitoral. Ainda caso tivermos financiamentos pretendemos alargar esse debate de género para outras instituições universitárias”

A unidade de género e inclusão social da CNE foi criado em Outubro de 2019,para reforçar a capacidade de estruturas eleitorais, parlamentos, associações da sociedade civil e em particular mulheres.

Autor: CAP-GB

Partilhe este artigo

cap gb o amanha começa aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Subscreva email noticias cap-gb

capgb info email seja assinante: