Caça a bruxas Conacri, Ousmane Gnelloy Diallo preso no aeroporto

Ousmane Gnelloy Diallo, o activista do RPG, o antigo partido no poder, que se intitulava “Ministro da Defesa de Alpha Conde no Facebook” foi detido na noite de terça-feira, 28 de Setembro, no aeroporto de Conakry, quando se preparava para deixar o país.

“Foi de facto preso”, de acordo com os relatos da midia local Guinéenews visitada pela capgb, informações avançadas pelo Pépé Antoine Lama, advogado de Kadiatou Biro Diallo, filha do antigo presidente da Assembleia Nacional Elhadj Biro Diallo.

A detenção de Ousmane Gnelloy ocorre mais de três meses após ter sido condenado a cinco anos de prisão por “insultos públicos e repetidas ameaças de morte” contra Kadiatou Biro Diallo.

O tribunal de primeira instância de Dixinn tinha também condenado Ousmane Gnelloy ao pagamento de uma multa de 5 milhões.

Protegido pelo regime de Alpha Condé, o Ministro da Defesa nunca cumpriu a sua pena, apesar de ter sido emitido contra ele um mandado de captura.

Deve também lembrar-se que Gnelloy foi proibido de exercer uma série de direitos civis, incluindo ser nomeado para um posto administrativo, de transportar ou possuir armas, de depor em tribunal como testemunha, excepto a pedido do Ministério Público, e de ser nomeado como membro de uma delegação que representa a Guiné no estrangeiro.

Apesar de ter sido condenado e sujeito a um mandato de captura, Diallo tomou a liberdade de responder aos seus detractores no Facebook.

Autor: CAP-GB

Partilhe este artigo

cap gb o amanha começa aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Subscreva email noticias cap-gb

capgb info email seja assinante: