boicote saúde pública: PGR pede famíliares das vitimas apresentarem queixas nas delegacias

Por: Martinho Mendes

A procuradoria-geral da república (PRG), convida aos familiares das vítimas do boicote dos serviços hospitalares a apresentarem queixas nas delegacias do ministério público em consequência das paralisações feitas no dia 20 deste mês em todos aos hospitais e centros de saúde públicas.

O pedido de Fernando Gomes consta numa nota informativa do gabinete da imprensa e das relações públicas que foi entregue esta terça-feira, 28-09-2021, a redação da Cap-gb, na qual apela as vítimas das paralisações a denunciarem os profissionais de saúde que lhes recusaram o atendimento.

Ainda na nota, o Ministério Publico reitera, enquanto fiscal da legalidade, o respeito “escrupuloso” da Constituição e das Leis em vigor na Guiné-Bissau. independentemente da classe do individuo ou grupo de pessoas em causa.

De recordar que, o procurador-geral da República ordenou a abertura de inquérito no passado dia 24 do mês corrente, para apurar autores e líderes sindicais envolvidos na incitação dos médicos e técnicos de saúde ao boicote dos serviços nos diferentes hospitais e centros de saúde do país. Afirmando que as delegacias do ministério público em diferentes tribunais da Guiné-Bissau “têm ordens” para instaurar “os competentes procedimentos criminais” contra os autores dos “atos que resultaram em perda de vidas humanas”.


Qualifique este artigo

Comentarios
estámos no facebook

cap gb o amanha começa aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Subscreva email noticias cap-gb

capgb info email seja assinante: