BADEA quer investir nos setores de infra-estruturas, agricultura, comércio e setor privado

O Banco Árabe para o Desenvolvimento da África (BADEA) vai investir brevemente no país em quatro acções do desenvolvimento, nomeadamente nas infraestruturas, desenvolvimento agrícola, desenvolvimento do sector privado e financiamento do comércio, através do empreendedorismo de jovens e mulheres.

A intenção foi transmitida esta segunda-feira 14 de Dezembro de 2020, pelo director geral do BADEA SIDI OULD TAM, após a saída de audiência com primeiro-ministro Nuno Gomes Nabian, no Palácio do governo, em Bissau.

“Tivemos a oportunidade de apresentar ao Primeiro-ministro a nova estratégia da BADEA que vai até 2030, que é uma estratégia articulada a volta de quatro acções estratégicas, nomeadamente investimento nas áreas de infra-estruturas desenvolvimento agrícola, desenvolvimento do sector privado e financiamento do comércio, através do empreendedorismo de jovens e mulheres” Disse o diretor-geral do Banco

” Brevemente nós vamos ter uma missão técnica que vai estabelecer contactos com ministro da economia e finanças da Guiné-Bissau, seu staff e diferentes departamentos concernentes a outros sectores privados e, isso vai nos permitir identificar o que convém, conforme as necessidades do governo guineense dos projectos de cooperação que o nosso BADEA vai financiar a volta de alguns meses e alguns anos”

Entretanto, BADEA constitui a canalização dos financiamentos de fundos árabes. Neste caso, BADEA poderá ajudar com seus próprios meios e ainda mobilizar recursos de outros fundos das instituições financeiras árabes.” Afirmou.

Banco Árabe para o Desenvolvimento da África (BADEA), é um Banco multe lateral no desenvolvimento do país e recentemente tem contribuido no financiamento da economia do desenvolvimento da Guiné-Bissau, através da construção das estradas que ligam Bissau Quinhamel, Bissau Prabes, a construção do porto de Bissau e 2017 financiou a aquisição de grupo de geradores à Empresa da Electricidade e Águas da Guiné-Bissau EAGB, num valor de 20 milhões de dólares americanos.

Saliente-se que no final desta tarde a missão esteve reunida no ministério das finanças com o vice-premeiro-ministro igualmente coordenador dos assuntos económicos, Soares Sambú e alguns membros do governo liderado pelo Nuno Gomes Nabiam.

Comentarios
estámos no facebook

cap gb o amanha começa aqui

0 0 vote
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments

Subscreva email noticias cap-gb

capgb info email seja assinante:

Ligue-nos

Share on Social Media
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x