BAD e o BOAD assinam um memorando de entendimento para co-financiar a preparação de projectos regionais de infra-estruturas de parceria público-privada em África

O Banco Africano de Desenvolvimento (BAD) e o Banco de Desenvolvimento da África Ocidental (BAD) assinaram a 1 de Março um Memorando de Entendimento (MdE) que define um quadro de parceria estratégica para o co-financiamento da preparação de projectos de infra-estruturas regionais no âmbito da parceria público-privada (PPP) em África, envolvendo pelo menos um Estado membro da UEMOA.

As duas instituições foram representadas respectivamente por Serge Ekue, Presidente do BOAD, e Solomon Quaynor, Vice-Presidente responsável pelo Sector Privado, Infra-estruturas e Industrialização no Banco Africano de Desenvolvimento.

No âmbito desta parceria estratégica, o Banco Africano de Desenvolvimento contará com o seu Fundo Especial da Nova Parceria para a Preparação de Projectos de Infra-estruturas de Desenvolvimento de África (NEPAD-IPPF). Por seu lado, o BOAD confiará na sua Unidade Regional de Desenvolvimento de Projectos de Parcerias Público-Privadas.

As duas instituições pretendem cooperar no sentido de aumentar a disponibilidade de projectos de infra-estruturas regionais viáveis nos sectores dos transportes, energia, água e tecnologias de informação e comunicação.

O Memorando de Entendimento, concluído por um período de cinco anos, abrange a identificação, selecção e priorização de potenciais projectos de infra-estruturas regionais em parceria público-privada, a realização de estudos de viabilidade e a estruturação e apoio da transacção. Para o efeito, as duas instituições elaborarão conjuntamente uma lista de projectos elegíveis para co-financiamento para preparação e acordarão as componentes do projecto a financiar, a supervisão dos estudos e as modalidades de desembolso. Para a implementação efectiva de projectos, programas e actividades relacionadas com a sua área de cooperação, ambas as partes cooperarão através de uma série de mecanismos.

No final da parceria, são esperados vários resultados. Estes incluem o desenvolvimento de uma lista de projectos regionais susceptíveis de serem desenvolvidos conjuntamente ao abrigo do modelo de parceria público-privada; o co-financiamento anual de actividades de preparação para pelo menos dois projectos de infra-estruturas de parceria público-privada retirados da lista de projectos regionais seleccionados; o desenvolvimento de capacidades para pelo menos dois promotores de projectos seleccionados ou agências de execução; e a criação e gestão conjunta de uma base de dados sobre o financiamento de projectos de infra-estruturas PPP na África Ocidental. Para este fim, o BOAD e o Banco Africano de Desenvolvimento concordam em trabalhar em sinergia para alcançar os objectivos do MOU.

Esta parceria ajudará as duas instituições e os países da União Económica e Monetária da África Ocidental (UEMOA) a construir rapidamente uma forte reserva de projectos de infra-estruturas regionais preparados, financiáveis e de qualidade, como parte do relançamento dos investimentos em infra-estruturas pós-Covid-19 na região. Consequentemente, ajudará a acelerar a mobilização de investimentos em infra-estruturas muito necessários para colmatar o défice de financiamento que se agravará como resultado dos impactos negativos da pandemia.

As relações entre o Banco Africano de Desenvolvimento e o Banco Africano de Desenvolvimento são regidas por um acordo de cooperação assinado em Abidjan em 21 de Fevereiro de 1978. O Banco Africano de Desenvolvimento é também accionista e membro do Conselho de Administração do BOAD.

Comentarios
estámos no facebook

cap gb o amanha começa aqui

0 0 vote
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments

Subscreva email noticias cap-gb

capgb info email seja assinante:

0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x