As duas Centrais sindicais exigem do executivo cumprimento imediato do memorando de entendimento

A exigência da UNTG e a Confederação Geral dos Sindicatos Independentes foi tornado ao público numa conferência de imprensa conjunta promovida hoje 11/09/2020 em Bissau.

Na ocasião, o secretário Geral da UNTG, Júlio António Mendonça lançou repto ao governo para a aplicação breve, do Estatuto de Carreira Docente e pagamento das dividas dos professores desde o ano 2003 até a data presente, revogação imediata das nomeações sem concurso público a contar desde 2019 ate presente data. Também a efetivação de todos os contratados e estagiários com mais de 5 anos de serviço.

Revogação imediata, de todos os despachos injustos e arbitrários do Ministro das Finanças envolvendo a requisição civil promovida durante os dias de greve em curso.

Ainda as Centrais Sindicais requerem a regularização imediata de pagamento das contribuições dos trabalhadores da INACEP, APGB, IMP, CNC e as demais instituições junto do INSS e a imediata resolução da situação de pensão a favos dos funcionários da ANP.
No mesmo requisito, os sindicatos reivindicam a regularização do contrato e de segurança social aos 10 professores da língua Árabe e Educação Islâmica do centro Escolar Attadamun e pagamento de subsídios de 67 professores do mesmo centro.

Portanto, as Centrais sindicais ameaçam o executivo, caso a não cumprimento das exigências reservam direito de, num prazo e 45 dias retomar as greves gerais na função pública seguido de protestos contra violação sistemática das leis e acordos assente com os Centrais Sindicais.

Comentarios
estámos no facebook

cap gb o amanha começa aqui

0 0 vote
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments

Subscreva email noticias

capgb info email seja assinante:

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x