ARN ( Autoridade Reguladora Nacional) lança plataforma de controlo e monitorização do tráficos e qualidade de serviço

Por: Epifania Correia Gomes

O lançamento da plataforma de controlo e gestão de tráfico está inserido num vasto programa de celebração do 48 aniversário da independência e do dia das forças Armadas da Guine-Bissau.
 
Na abertura da cerimónia o ministro  de Transportes e Comunicações  Augusto Gomes disse esta sexta-feira 05.11.2021 que a plataforma inaugurado permitirá ao governo monitorizar de forma mais eficiente e eficaz e em tempo real, os diferentes serviços prestados pelas operadoras telecomunicações  e de tecnologias de informação, que para ele também permitirá que o governo produza dados estatísticos viáveis capazes de contribuir para a melhoria  de políticas  públicas no sector das telecomunicações e das tecnologias de informação.
 
Ainda  Gomes afirma que com esta plataforma será possível a obtenção de vários benefícios a nível social e económico, como melhoria de controlo e da qualidade do serviço prestados pelas operadores, monitorização das tarifas dos diferentes serviços de telecomunicações fornecidas pelas operadoras, mapeamento de infraestrutura de telecomunicações e tecnologias de informação a nível nacional e melhoramento de recolha das receitas do estado.

Por fim o governante disse acreditar que esta plataforma é de capital importante para o país e exorta a colaboração profícuo de todos os atores no sector das telecomunicações e tecnologias de informação e, em particular, as operadoras de telecomunicações, liberdade do mercado para operadoras,  cumprimento das obrigações para com populações.


 Entretanto por sua vez o porta-voz do Governo guineense Fernando Vaz assegura que o Estado guineense perdeu dentro de vinte anos milhões  de dólares, acreditando que com a introdução da plataforma de controlo e monitorização de tráfico vai otimizar e potencializar receitas do estado daqui para o futuro.
 
Nando Vaz como é conhecido  disse que através  da atualização dos telemóveis que Estado a partir da nova plataforma também  vai poder Controlar a qualidades e saber se a tarifa que é aplicada aos clientes é justo ou não, apostando que Estado pode e deve a partir agora entrevir numa política mais justa para telecomunicações.

Autor: CAP-GB

Partilhe este artigo

cap gb o amanha começa aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Subscreva email noticias cap-gb

capgb info email seja assinante: