Antigos Combatentes: Secretaria de estado reconhece abandono do estado aos combatentes da liberdade da pátria

Por: Cintia Ross Dayves

Assessor principal de Secretaria de estado dos antigos combatentes, Afonso Gomes, afirmou esta quarta-feira 19.01.2022, em conferência de imprensa que, os antigos combatentes vivem num esquecimento total pelo estado.

Apesar do parlamento ter aprovado no Orçamento geral de Estado para o presente ano uma pensão de 110 mil fcfa para os combatentes da liberdade da pátria, mas que no entanto ainda não se começou a vigorar devido alguns ajustes a fazer pelo governo. Contudo, o responsável da comunicação daquela instituição garante para breve sua aplicabilidade.

Afonso gomes anunciou ainda que será feito um recenseamento em todo o país com vista a identificar os verdadeiros antigos combatentes da liberdade da pátria e atualizar os dados reais.

Sobre a manifestação anunciada pelos antigos combatentes a fim de reclamarem a aplicação da pensão aprovada no parlamento, Gomes aconselhou-os a se absterem de qualquer manifestação aguardando para breve o início da sua aplicação.

Segundo os dados, apresentados pelo Assessor principal dos combatentes da liberdade da pátria, o país conta atualmente com cerca de 16. 733 Antigos combatentes, dentre os quais, 1.935 recebem na caixa sendo 220 que não recebem na caixa.
Dentre estes número, consta que a maior parte já não recebe os 40 mil fcfa, mas sim, 39.mil devido aos novos impostos introduzidos pelo governo.

Autor: CAP-GB

Partilhe este artigo

cap gb o amanha começa aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Subscreva email noticias cap-gb

capgb info email seja assinante: