ANP vinda das forças ECOMIB é benéfico para país mas deve passar por canais legais

Por: Ussumane Baldé

Bissau 10-05-22 Terça feira, A sessão ordinária do ano legislativo 21/22, iniciou em um dos hoteis da capital, com o presidente do parlamento a proferir discurso de abertura em que mencionou o assunto de momento ligado com a presença das forças de ECOMIB na Guiné-Bissau, 2 anos depois da sua retirada.

Cassama, deixou claro que, pelos factos ocorridos no 01 de fevereiro nenhum guinnense de bom senso pode estar contra a vinda das tropas estrangeiras em missão de estabilização de paz no país, mais para ele, qualquer processo conducente à vinda de uma missão com aquele propósito deve cumprir todas as formalidades constitucionais e a assembleia nacional popular, enquanto legítima representante do povo guinnense, deve ser ouvida e pronunciar-se na matéria.

Todos nós temos a obrigação de lembrar os trágicos episódios que aconteceram na história muito recente no país, e que causou muitas perdas humanas,por isso a vinda da missão de estabilização é bom mas deve cumprir todas as formalidades do ANP”.

O presidente da ANP, tambem mandou recado ao executivo liderado pelo Nuno Gomes Nabiam para fiscalizar o cumprimento do despacho de regulamentação dos preços dos produtos da primeira necessidade, e que alargue as medidas sociais compensadoras permitindo assim a minimização dos efeitos nefastos da crise.

“A crise da poder de compra que está a penalizar o país deve ser solucionado ou seja para que o executivo fiscalize o despacho por ele proferido e num outro lado agradecemos o trabalho da comissão eventual de revisão da constituição por trabalho feito”.

Autor: CAP-GB

Partilhe este artigo

cap gb o amanha começa aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Subscreva email noticias cap-gb

capgb info email seja assinante: