ANP: Deputados aprovam aumento pensão aos antigos combatentes

Por: Ussumane Baldé

Os deputados da nação aprovaram esta terça-feira,09-11-2021, aumento paulatinamente da pensão dos antigos combatentes apartir do orçamento do ano 2022 a 110.000 fca, de 2023 para 130.000 fca e no 2024 para 150.000 fca, depois do chumbo a primeira proposta salarial apresentada pela comissão indicada para o efeito, que propôs aumento da pensão de três vezes a superior grelha salarial paraticado pela função pública, correspondente a 150.000fxo.

Ainda,segundo resolução do trabalho da comissão encarregue de gerir o processo dos antigos combatentes, falta a aprovação de alguns pontos para que na sua generalidade seja aprovada.

Satisfeita com a aprovação da pensão dos antigos combatentes, vice-presidente da ANP, Adja Satu Camara elogiou atitude dos deputados nesta decisão que ela considera de historica que de uma maneira outra grangea aos homens que deram suas energias e vida para libertação da Guiné-Bissau.

É de salientar que esta aprovação pode ainda poderá sofrer alterações caso o governo aprovar um dos pontos que consta no caderno reivindicativo da UNTG, aumento salarial que propõe no mínimo 100.000 fca.

Intervenções dos deputados antes do período do ordem do dia:

Vice-presidente da ANP, Adja Satu Camara,informou que apartir da próxima segunda-feira (15-11-2021), as sessões vão ter lugar no Dunia hotel, ex-hotel Azalai e estabelecendo obrigatóriedade apresentação de cartão da vacina por parte dos deputados.

No capitulo das discussões PAIGC:

João Bernardo Vieira, aponta dedo ao atual governo na incapacidade de resolver problemas sociais no país.

Para Leopoldo Jesus”Nenê cá”, mostrou-se contra a posição da ANP em vetar aos filhos e mulheres dos deputados obtenção de passaporte diplomático como consta na lei

Hélder Enrique de Barros, dinunciou suposta perseguições ao líder do MADEM G15, Braima camara.

Por parte da bancada MADEM G15:

José Carlos Macedo,falou do avião que na pista do aeroporto internacional Osvaldo Vieira que ate agora se desconhece origem, motivos e a sua missão.

Estavam presentes no hemiciclo guinnense 94 deputados e a sessão foi presidida pela vice-presidente da assembleia nacional popular Adja Satu Camara na ausência do presidente da ANP Cipriano Cassama que viajou para estrangeiro.

Autor: CAP-GB

Partilhe este artigo

cap gb o amanha começa aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Subscreva email noticias cap-gb

capgb info email seja assinante: