Ambiente: Cerca de 77 delegados vão participar no congresso Internacional de ambiente

Por: Lijunira L. Nancassa

A rede lusofona da educação ambiental da Guine-bissau procedeu esta quarta-feira, 15-09-2021, a apresentação pública da comissão preparatória da delegação guineense que irá participar no VI congresso Internacional da educação ambiental da comunidade dos países da língua portuguesa CPLP na terras cabo verdianas.

Na ocasião, o Presidente da rede lusófona da educação ambiental e o ponto focal da Guiné-Bissau Fernando Saldanha apelou o Governo a desbloquear o mais rápido possível apoios financeiros e materiais atendendo prazos Internacionais estipulados peloos organizadores a decorrer no próximo mês de Novembro.

O responsável justificou que, trata-se de um compromisso assumido na terceira reunião dos ministros de ambiente da CPLP.

De acordo com Fernando Saldanha, a delegação da Guiné-Bissau estará composta pelos representantes de todos os setores da vida nacional, nomeadamente, órgãos da soberania, governo, instituições públicas e de conservação da biodiversidade, ONG`s vocacionadas, professores, estudantes, investigadores, imprensa, artistas de música moderna/tradicional, crianças promotores de produtos gastronómicos, entre outros.

Por sua vez, a representante do Ministro das Pescas no ato, Josefa Pinto disse que torna evidente a importância desse lema para o país como a Guiné-Bissau cuja zona insular é considerada reserva da Biosfera, e que integra muitos ecossistemas.

Acrescentou que o setor das pescas é um dos mais importantes na arrecadação de receitas, geração de emprego, na subsistência da comunidade e da segurança alimentar.

Pinto salientou ainda que em certas zonas, o serviço ecossistémicos constitui o único meio de sobrevivência da população local.

“A maior parte dos cidadãos não tem a perceção da importância do Oceano no ambiente, na medicina, economia, emprego e na política” salientou que o oceano fornece energia limpa, alimenta as populações com seus recursos haliéuticos, fornecem empregos através das pesças, alimenta o planeta com mais de 50% de oxigénio produzido afirmando que é preciso incentivar os cidadãos para assumirem novas atitudes sobre o Oceano, visando o desenvolvimento sustentável do setor das pescas.

O magno encontro do VI° congresso Internacional da educação ambiental da CPLP terá o início no dia 02 a 05 de novembro do ano em curso em Cabo-Verde, tem como lema “ oceano lusofonia educação ambiental caminho esperança para transformação econôsocilogica.

A Guiné-Bissau que acolheu em 2019 nas ilhas de Bijagós o V° congresso e País será representada com cerca de 77 delegados e também com convidados de diferentes organizações do País e irá ser chefiado pelo presidente da república Umaro Sissoco Embaló.

Comentarios
estámos no facebook

cap gb o amanha começa aqui

0 0 votes
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments

Subscreva email noticias cap-gb

capgb info email seja assinante:

0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x