Abandono e evasão escolar: REASE/GB denuncia ausência dos alunos e professores nas salas de aula

Por: Ussumane Baldé

A rede de associações estudantís da Guiné-Bissau alertaram esta quinta-feira,05-05-2022, para as ausências massiva dos alunos nas escolas públicas do país, um fenómino de tendência crescente nos últimos anos causados pelas greves agravada pela pandêmia COVID.

 As preocupações do REAGE, foram ouvidas hoje durante a conferência de imprensa realizada numa das escolas de Bissau, presidente da organização mostrou-se preocupado com as aunsências dos alunos e professores nas salas de aula das escolas públicas, tendo apelado os pais e encarregados para usarem política de consciencilizar os seus educandos para  voltarem as aulas.

“É preocupante a fraca afluência dos alunos e alguns professores nas salas de aula, por isso, apelamos a contribuição dos pais encarregados”.

Fodé Dabó, apelou aos alunos para não trocarem conhecimento com a campanha de castanha de caju e prometeram trabalhar para estancar essa prática que é hábito no país.

“Não é normal aquilo que está a ser “modus operandum” dos estudantes, abandonar escola em detrimento da campanha de castanha de caju”.

Por fim, solicitaram o estado guinnense a optar pela harmonização do calendário escolar entre as escolas públicas e privadas e aproximação entre as direções escolares e associações dos alunos.

“Deve haver aproximação mútua entre associações e direções das escolas para melhor colaboração”.

Autor: CAP-GB

Partilhe este artigo

cap gb o amanha começa aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Subscreva email noticias cap-gb

capgb info email seja assinante: