Saúde pública: Domingos Malu solicita reintegração dos médicos e enfermeiros que se encontravam alinhados no sistema

Por: Alatu Mané

O ministro da saúde pública, pronunciou esta segunda-feira21/08/2023 durante visita ao hospital Nacional Simão Mendes, a necessidade de reintegrar os profissionais de saúde suspensos no ano passado através de um despacho assinado pelo então Ministro da saúde.

1.500 técnicos de saúde afastados pelo Governo, num despacho do agora ex-ministro da Saúde Pública, Dionísio Cumba, em setembro de 2022, o concurso que admitiu os profissionais de saúde, entre eles médicos e enfermeiros, não obedecia a critérios legais, nomeadamente a existência de vagas, a disponibilidade financeira do Governo e a autorização do Ministério da Função Pública, Emprego e Segurança Social. 

Domingos Malu enalteceu que os médicos são elementos essenciais para um sistema de saúde de qualidade, no entanto, mostrou a necessidade de recuperar os profissionais que não se encontram alinhados no sistema para ocuparem suas funções devido falta de pessoal nos hospitais.

Ministro da saúde pública disse que estão numa constatação daquilo que é a responsabilidade do governo, e segundo ele, o Hospital Nacional Simão Mendes sendo maior hospital de país não apresenta uma performance desejável, tendo varias questões a serem regularizadas.

“Constatamos muitas situações sobretudo relacionadas a pessoal técnicos, infraestruturas e revisão de conjunto de contratos celebrados( quais sua rentabilidade e se há necessidade de revisão pontual)”. Revelou

Para Malu, esta visita permitiu-lhe ter uma visão ampla sobre hospital para melhor o permitir assumir sua responsabilidade e perspetivar, portanto, pediu votos de confiança a todos os cidadãos e que seja dado mais tempo para fazer um diagnóstico aprofundado no sentido de dar resposta favorável ao a povo guineense nos problemas ligados a saúde.

“Nós como titulares, estamos disponíveis e interessados para que o sector seja resgatado na situação que se encontra”. Declarou

Por fim, anunciou que os aparelhos de raio X doados e que estavam há tempos parados, estão a ser distribuídos em diferentes hospitais do país.

Autor: CAP-GB

                               

cap gb o amanha começa aqui

Subscreva email noticias cap-gb

[mc4wp_form id="202"]
Verified by MonsterInsights