Saúde: China doa medicamentos e materiais hospitalares ao governo da Guiné Bissau.

Por: Domiciana Pina

A república popular da China doou esta quarta feira 22/03/2022 medicamentos e materiais para hospital militar principal e de Canchungo, donativo compostas por antibióticos, antipalúdicos, remédios para diabete, monitor de sinal vital, endoscópio eletrônico com alta definição, filme de CT com impressão laser e equipamentos para vários departamentos do hospital.

Para o chefe do estado maior General das forças armadas, Biague Nantan, agradeceu no ato da recepção, o embaixador da China pela a colaboração e ajuda que têm prestado a nação guineense, e disse esperar que os aparelhos novos oferecidos pelo povo chinês para o laboratório ajudem a salvar vidas e curar doenças.

“Estes aparelhos vão ajudar muito nos diferentes serviços hospitalares ao povo guineense, peço aos médicos e enfermeiros que com os novos equipamentos possam dispensar um serviço de qualidade e que tratem todos pacientes com respeito e carinho”, CEMGF.

Estas ações da China inserem-se no quadro das linhas mestras definidas durante a conferência ministerial do fórum de cooperação China-Africa realizada de Dakar em 2021 que visava apoiar o estado guineense em laboratórios de detecção das doenças infecciosas, em que debateram do lado chinês ministro Wang Yi, e a chefe da diplomacia guineense Suzi Carla Barbosa, sobre a necessidade de apoiar o país com esse laboratório de amplificação genética clínica para ajudar a melhorar sua capacidade de detectar doenças infecciosas comuns na África, principalmente na Guiné-Bissau.

“Espero que estes suprimentos, médicos possam desempenhar um maior papel na melhoria de condições de diagnóstico e no tratamento dos pacientes “.

Começou por dizer o diplomata chinês, Guo Ce, por outro lado afirmou que já está em Bissau dois equipamentos de PCR quantitativo de fluorescência em tempo real e foram instalados no laboratório de amplificação genética clínica do hospital da amizade sino-guineense, o que permitirá a detecção rápida de ácidos nucleicos virais tais como COVID-19, vírus da varíola dos macacos, micoplasma pneumonia, e fornecerá um dado de detecção mais preciso e na de capacidade laboratorial do hospital para um novo nível.

De salientar também que, este ano marca o sexagésimo aniversário do envio da equipa médica chinesa para a África a partir de 1976.

Um total de 19 equipas médicas chinesas com mais de 300 médicos especialistas trabalham no hospital da amizade sino-guineense (HMP) e no hospital de Canchungo e também mostrou que os médicos chineses ultrapassaram as dificuldades e criaram condições para se deslocarem em vários pontos do país para prestarem consultas médicas gratuita a população local e ao exército, através de várias formas tais como ensino clínico, cirurgia conjunta e realização de seminários.

Graças a cooperação Sino-guinnense a china tem transferido conhecimentos e tecnologias médica aos médicos locais tendo dispensado seminários, ensinaram tecnologia médica aos médicos locais e fizeram contribuições positivas para melhorar o nível da tecnologia médica local.

Autor: CAP-GB

                               

cap gb o amanha começa aqui

Subscreva email noticias cap-gb

[mc4wp_form id="202"]
Verified by MonsterInsights