928 Awards: Guiné-Bissau obteve segundo lugar na competição académica entre China e países da Lusofonia

Por: Laércia Valeriana Insali

A Competição visa aprofundar colaborações académicas entre instituições do ensino superior da Grande Baía e dos países lusófonos, Angola, Brasil, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Moçambique, Portugal, São Tomé e Príncipe e Timor-Leste e visa identificar projetos de ‘startup’ com potencial a serem implementados e apoiados por investidores de Macau, da Grande Baía ou de países de língua portuguesa e fomentar o desenvolvimento de jovens empreendedores com uma mentalidade global.

A equipa guineense representada por estudantes da Universidade Lusófona da Guiné, entre eles Bawmen Imbô, Ducamar B. Mancabo, Michael Amobi e Danilson J. Fronte, criou um projeto de fornecimento de energia renovável para a região leste do país, Gabú.

Um dos representantes da Guiné-Bissau manifestou sua satisfação com a conquista e referiu que é um marco histórico a nível da Universidade Lusófona da Guiné e os orgulha imenso.

“Esta conquista representa um acto histórico na qual a universidade é membro fundadora da competição e por isso demonstra a capacidade dos estudantes guineenses apesar das dificuldades observadas no país em termos de estudo, mas tal facto não nos inibiu e não inibe os que possuem vontade de alcançar patamares mais elevados. É uma conquista que nos orgulha imensamente porque conseguimos demonstrar o nosso potencial para desenvolver ainda mais e por termos vencido países como Brazil e China nos encoraja.” Exprimiu Ducamar

Na fase final participaram 16 equipas, dez da China, Macau e Hong Kong, duas de Moçambique, duas do Brasil, uma da Guiné-Bissau e uma de Portugal.

De acordo com o co-fundador do 928 Challenge, Rizzolio, registaram 780 estudantes de 51 universidade, Formados em 153 equipas, de cinco a seis pessoas, sendo que algumas universidades tinham mais do que uma equipa, a equipa da universidade do porto foi grande vencedor logo seguida do time nacional da Uni-lusófona da guiné, por fim guangdong.

De sublinhar que o concurso teve a organização conjunta da CityU, do Secretariado Permanente do Fórum para a Cooperação Económica e Comercial entre a China e os Países de Língua Portuguesa (Macau), da Universidade de Shenzhen e do Instituto de Macau da Universidade das Nações Unidas e decorreu via online.

Autor: CAP-GB

Partilhe este artigo

cap gb o amanha começa aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Subscreva email noticias cap-gb

capgb info email seja assinante: