6ª Cimeira, uma oportunidade para uma parceria UE-UA mutuamente benéfica; diz o Think-Tank

Será que não é tempo de a Europa avançar para uma parceria de igual para igual com África?” Alexei Jones, responsável político sénior do Centro Europeu para o Desenvolvimento e Gestão de Políticas (ECDPM) diz que a 6ª Cimeira UE-UA a realizar entre 17 e 18 de Fevereiro é uma oportunidade para redefinir a relação entre a África e a Europa.

Falando aos jornalistas antes da cimeira, Jones também analisa o que está em jogo para a UE cujos Estados membros se reunirão pela primeira vez sem o Reino Unido depois de o BREXIT ter entrado em vigor em Janeiro de 2021. Ele também lança luz sobre os direitos de propriedade intelectual das vacinas COVID e os crescentes sentimentos antifranceses dentro de partes de África.

 “Europa e África, tem havido muitas mudanças e novas orientações políticas e intenções de mudar a parceria. Do lado europeu, há uma forte concorrência que a Europa enfrenta em África e a Europa está a tentar mudar a abordagem, a linguagem da parceria e quer realmente avançar para uma parceria de igual para igual. E, ao mesmo tempo, a África tem lidado com um número crescente de parceiros aos quais a China está realmente a colocar mais dificuldades à Europa para se posicionar e garantir que a Europa se mantém como quer o parceiro de preferência para África. Este é o contexto, o contexto geopolítico no seio desta cimeira está a ter lugar onde a Europa está a tentar reforçar ou garantir que não é esquecida em África e onde a África tem mais diversidade na escolha do seu parceiro. Esta é de facto uma importante mudança de contexto dentro do qual esta cimeira está a ter lugar”.

: media.com

Autor: CAP-GB

Partilhe este artigo

cap gb o amanha começa aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Subscreva email noticias cap-gb

capgb info email seja assinante: