55 Deputados vetam resolução do debate sobre a situação política da Guiné-Bissau.


Maioria dos deputados da Nação reprovou esta quarta-feira 15 de Julho de 2020 a resolução de debate sobre a situação política que durante os três últimos dias foi motivo de discussão no plenário da Assembleia Nacional Popular.


Resolução proposta pela bancada parlamentar do Partido Africano para Independência de Guiné e Cabo Verde (PAIGC) e apresentada hoje pelo seu líder parlamentar Califa Seide, teve 44 votos a favor 55 contra num universo de 99 deputados presentes na sessão de hoje (15-07)


Na resolução, a bancada parlamentar do PAIGC, diz congratular com a realização do debate sobre a situação política uma vez que há muito tempo não acontecia, exortar as autoridades adopção de medidas com vista a garantir segurança aos cidadãos em particular deputados e políticos em exercício das suas funções, solidarizar com os deputados e cidadão vitimas de atuação ilegal dos agentes da policia da ordem publica, recomendar maior celeridade da comissão do inquérito criado pela ANP para averiguar o rapto morte e detenção dos cidadãos, exortar os órgão da soberania a conformar os seus atos com a constituição e as demais leis da república, convidar todos os órgãos da soberania a observarem o principio constitucional de respeito mutuo e colaboração institucional nos seus relacionamentos, solidarizar com os deputados e cidadãos vitimas de insulto nas redes sócias e por ultimo solidarizar com o esforço obtido no combate e prevenção ao covid-19.


Em reação a essa reprovação o líder da bancada parlamentar do partido Africano para Independência da Guiné e Cabo Verde Califa Seide, para além de lamentar, disse a reprovação da resolução é um ato democrático que os deputados têm, uma vez que a maioria não se alinhou com o que foi apresentado.


Abudu Mané líder da bancada parlamentar do Movimento para Alternância Democrática MADEM-G15, é da opinião que não se pode falar do assunto político nacional sem citar o governo liderado pelo Nuno Gomes Nabiam, não se pode falar do interesse nacional sem citar o nome de Umaro Sissoco Embaló, mas em nenhuma alínea da proposta apresentada consta o nome Presidente da República General Umaro Sissoco Embaló e nem do Governo liderado pelo Nuno Gomes Nabiam” Disse. Considerando de um lapso” intencional ” a resolução apresentada pela Bancada parlamentar do PAIGC.


Para o líder da bancada parlamentar do Partido da Renovação Social (PRS), Daniel Sulaimane Embaló, a resolução não reflecte o que foi discutido durante os três dias, uma vez que que a bancada do PAIGC como sendo proponente, ” recusaram a introdução de algumas propostas da nossa bancada, por isso entendemos que não é salutar votar a proposta. Devemos apresentar uma proposta mais abrangente sólida reflectindo toda a realidade do país, ou seja, o que passou desde a realização das eleições legislativas de 18 de Março de 2019. Finalizou

Comentarios
estámos no facebook

cap gb o amanha começa aqui

0 0 vote
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments

Subscreva email noticias cap-gb

capgb info email seja assinante:

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com

Ligue-nos

0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x